segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Convento do Vale do Solitário


Esquecido pelo tempo e envolvido pela mata coberta.
Aqui ficam algumas fotos:

Entrada

Restos de uma voluta

Vestígios de um "jardim romântico"

Contraforte

Muro de contenção da plataforma de implantação do edificado

Cavidade natural apresentando entrada estruturada

Micro-gour

Morcego solitário

Materiais

Recentemente identificado por uma equipa de prospecção conduzida por Rui Francisco (Loia), o local foi alvo de caracterização arqueológica por Manuel Calado. No seu conjunto, as evidências parecem apontar para uma ocupação religiosa, um provável convento associado ao complexo conventual da Arrábida, entretanto desocupado, esquecido e engolido pela Mata do Solitário

2 comentários:

  1. Vocês é que descobriram as ruinas? Parabéns! Continuem com o trabalho excepcional que estão a fazer.

    ResponderEliminar
  2. Nas minhas demandas para juntar informação para a candidatura da Arrábida a património mundial, identifiquei na bibliografia a existência do "Casal do Solitário". Este casal serviria de habitação ao ermitão que cuidava da ermida da Lapa de Santa Margarida. Este sitio é, por acaso, um pouco acima e a este da lapa de Santa Margarida?

    ResponderEliminar